quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Pollyanna e o Jogo do Contente

A dica de hoje é um livro muito antigo, ( publicado 1913) porem muito atual. É o tipo de história que encanta qualquer leitor, e faz a gente pensar e ver as coisa boas antes de reclamar, por qualquer coisa.
Quem já ouviu a frase : Você tem que pensar igual a Pollyanna. Isso porque esse lindo livro escrito por Eleanor H. Porter, narra a história de uma menininha órfã que aprendeu com o pai o " Jogo do Contente". Nesse jogo quando alguma coisa acontecer, você tem que procurar o lado bom, assim ninguém perde, e todo mundo fica contente.


  1. Capas Diferentes
    Autora: Eleanor H. Porter

  2. Personagens: Dr. Edmond Chilton, Tia Polly, Senhor John Pendleton,Pollyanna, Mrs. Snow, Nancy Furman

  3. Gêneros: Ficção, Literatura infantojuvenil, Ficção histórica













Sinopse


A pequena Beldingsville, uma típica cidadezinha do início do século XX na Nova Inglaterra, Estados Unidos, nunca mais seria a mesma depois da chegada de Pollyanna, uma órfã de 11 anos que vai morar com a tia, a irascível e angustiada Polly Harrington. Por influência da menina, de uma hora para outras tudo começa a mudar no lugar. Tia Polly aos poucos torna-se uma pessoa melhor, mais amável, e o mesmo acontece com praticamente todos os que conhecem a garota e seu incrível "Jogo do Contente". Uma otimista incurável, Pollyana não aceita desculpas para a infelicidade e emprenha-se de corpo e alma em ensinar às pessoas o caminho de superar a tristeza.



Passagem do livro, onde Pollyanna explica o jogo que aprendeu com o pai:


“- Você é um bocado estranha, menina. Está sempre alegre com tudo e com todos – observou a empregada, lembrando-se do que acontecera no quartinho do sótão.
- Faz Parte do jogo, entende? – e a menina sorriu.
- Que jogo?
- O ‘jogo do contente’
- Quem meteu isso na sua cabeça, meu bem?
- Foi meu pai. É um jogo lindo. Desde que eu era criança brincava disso. Depois ensinei às senhoras da ‘Auxiliadora’ e elas também gostaram.
- Como é que se joga? – quis saber Nancy.- Não entendo muito de jogos. Poliana sorriu e depois de um suspiro, disse:
- Tudo começou por causa de umas muletas que vieram na caxa de donativos para o missionário.
- Muletas? – admirou-se Nancy.
- Isso mesmo. Eu tinha pedido uma boneca a papai e, quando a caixa chegou, só havia um par de muletas para criança. Foi assim que começou.
- E onde é que está o jogo?
- Bem, o jogo se resume em encontrar alegria, sejá lá no que for – concluiu Poliana, séria. – Começamos com as muletinhas.
- E onde está a alegria – estranhou Nancy. – Encontrar muletas em lugar de bonecas…
- É isso aí – e a menina bateu palmas de contente. – No começo também não entendi. Depois, com calma, papai me explicou tudo.
- Então, explique-me também.
- Fiquei alegre justamente porque não precisava de muletas – esclareceu Poliana. – Viu como é fácil?
- Ora, isso é bobagem! -exclamou Nancy
- Nada de bobagem. O jogo é lindo. Desde aquele dia, quando acontece alguma coisa ruim,
mais engraçada fica o jogo. Difícil foi quando papai morreu e eu fiquei sozinha com as senhoras da ‘Auxiliadora’…
- E quando viu aquele quartinho feio, sem tapetes, sem quadros, sem graça? Como foi? – perguntou Nancy.
- Foi duro. Eu me senti tão só! Naquela hora não tive vontade de ‘jogar’. Só me lembrava do que eu tanto havia desejado. Depois, lembrei-me do espelho e das minhas sardas e fiquei alegre. E o ‘quadro’ da janela me deixou mais contente ainda. Com um pouco de esforço, conseguimos gostar do que encontramos e esquecer o que queríamos achar”.


É um livro maravilhoso e emocionante. Recomendamos muito, muito e muito.  Depois que você ler esse, leia “Pollyanna Moça”, que é a continuação dessa história linda.



2 comentários:

  1. Adorei a dica, acredita que nunca li o livro,,,vou comprar para ler e para minha filhota tb,,,bom entender isso desde pequena, ver o lado bom,,,obrigada bjs
    www.antestardedoquenunca1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não tinha ouvido falar ainda, mas vou ler sim. E se eu gostar, vou ler a continuação também rs. Obg pela dica ;) Bjsss

    http://www.mayaravieira.com.br/

    ResponderExcluir